domingo, 21 de fevereiro de 2016

Gimp: trabalhando com máscaras de camada

Aprenda como utilizar máscaras e crie rapidamente imagens com resultados incríveis, sem nenhuma complicação

E mais! Baixe um pacote com 54 super imagens de máscaras para você extrapolar a imaginação no Gimp


Apesar da enorme utilidade oferecida, podendo facilitar muito várias atividades de edição de imagens, a máscara é um recurso poderoso, porém pouco conhecido e explorado pelos usuários do Gimp.

O Blog Valeu Cara já publicou aqui um tutorial que usa o conceito de máscara para fazer recortes precisos em imagens de pessoas com cabelos rebeldes. Trata-se de um belo exemplo do quanto o recurso de máscara é eficaz. 

A função da máscara é isolar ou proteger áreas de uma imagem ou ainda pode ser usada para esconder ou mostrar apenas uma determinada área da foto. Além disso, ela permite que sejam adicionados filtros, efeitos, pinturas, alterações de cor, etc. Dessa forma, a máscara atua como se fosse um molde vazado, ou seja, uma camada de proteção aplicada sobre a imagem.

Com o Gimp, é possível criar e trabalhar de várias maneiras com máscaras, obtendo resultados bem bacanas.





A ilustração acima mostra o conceito básico de como funciona a máscara e lembra muito a técnica de pintura conhecida como stencil. Nessa técnica, o artista utiliza moldes recordados - geralmente folhas de acetato - para aplicar a tinta sobre uma superfície. O molde protege as áreas que não deverão receber tinta, enquanto o artista trabalha somente nas áreas expostas do molde.

Mas imagine que ao invés de uma folha de acetato rígida, agora o artista pudesse trabalhar com um molde totalmente dinâmico e maleável para o formato que quisesse, onde pudesse isolar áreas milimetricamente minúsculas, pudesse criar áreas isoladas livremente, permitisse pintura com transparências, efeitos e ainda pudesse usar até mesmo fotografias. Pois bem, esse é o conceito de máscaras do Gimp. Com essa ferramenta é possível criar imagens muito mais elaboradas, onde tarefas que dariam um baita trabalhão se tornam absolutamente simples.

Agora vamos ao que interessa! Escolha uma foto qualquer e abra-a no Gimp. A versão do Gimp usada neste tutorial é a 2.8.

Observe que a janela de camadas exibe uma miniatura da imagem que você está trabalhando. Ter a visualização dessa janela é muito importante para se trabalhar com máscaras.



Vá ao menú "Camada", "Máscara" e "Adicionar máscara à camada...".

O Gimp oferece algumas alternativas muito interessantes para se trabalhar com máscaras, conforme mostra a imagem abaixo. Cada uma das opções indicadas afeta a forma como a máscara irá atuar na imagem. Aqui neste tutorial irei usar a forma mais comum - que é a máscara branca. Basta manter selecionada a primeira opção e clicar no botão "Adicionar"


Agora a sua máscara está criada. Repare que na janela de camadas o Gimp adicionou um quadro branco à direita da miniatura da imagem. Esse quadro indica que aquela camada possui uma máscara aplicada.



Nesse momento é a hora de fazer a mágica acontecer. Conforme dito antes, há várias possibilidades de se trabalhar com máscaras e você precisa saber de antemão o que pretende fazer com ela.

É possível, por exemplo, usar a máscara para remover partes indesejadas da imagem usando apenas o pincel. Se a cor branca estiver selecionada, nada mudará na sua máscara. Porém, se você selecionar a cor preta, as áreas que você "pintar" serão removidas da imagem. Você pode, inclusive, voltar a usar o pincel com a cor branca e "pintar" novamente as áreas que foram removidas. Este é um dos meios de se recortar uma imagem sem precisar usar as ferramentas de seleção.

O mais bacana desse método é que você não afeta a imagem diretamente, já que você estará editando sobre uma máscara. Note que, se for necessário, também é possível aplicar edições diretamente na imagem. Para isso basta clicar sobre a miniatura da imagem, dentro da janela de camadas. Se quiser voltar a editar a máscara, basta clicar no quadro branco ao lado na miniatura da imagem. Simples, não é?

Aqui neste tutorial, vou um pouco mais além, mostrando uma outra possibilidade muito interessante - que é usar modelos prontos de máscaras.

Como funciona? Ao invés de você pintar sobre a máscara, usando o pincel com as cores preta (para remover partes da imagem) ou branca (para restaurar partes da imagem), nada ti impede que você use sua criatividade e crie um modelo de máscara personalizada. Basta criar uma figura separada usando as mesmas cores preta para demarcar as áreas que deverão ser removidas e a cor branca para demarcar as áreas que ficarão preservadas. Você pode usar formas geométricas, letras, texturas, formas da natureza, manchas, rabiscos, meios tons... enfim, tudo que a sua imaginação mandar.

Talvez seja mais fácil mostrar do que explicar. Veja um exemplo abaixo:


Isso que você vê acima é o "formato" que irei aplicar à máscara. Nesse caso todas as áreas em preto serão removidas da imagem e as áreas em branco ficarão preservada.

Vamos ver como funciona!

Abaixo, você pode ver a figura que irei usar aberta no Gimp. Clique no menu "Selecionar", "Ver todas". Depois vá ao menu "Editar", "Copiar".



Agora basta retornar à janela de edição da imagem onde foi aplicada a máscara.


Basta ir no menu "Editar" e depois "Colar".

O resultado será este:


O que fiz foi dar à máscara um formato previamente definido pela imagem em preto e branco. Toda a área da imagem que estava sob a cor preta foi removida e a área em branco ficou preservada.

Se algo deu errado na etapa acima, verifique se de fato é a máscara que você está editando. Se a miniatura da imagem estiver com um contorno branco indica que era ela a camada ativa para edição e não a máscara. Nesse caso o Gimp não irá alterar a máscara. É preciso que a máscara esteja selecionada, isto é, que antes de colar o modelo você clique na miniatura do quadro branco, ao lado da miniatura da imagem.

Outro detalhe: o ideal é que ambas as imagens a serem usadas - tanto o fundo  quanto o formado da máscara - estejam ajustadas para o mesmo tamanho antes de fazer todo esse procedimento. Depois da máscara aplicada também dá para corrigir problemas de tamanho com a ferramenta "Redimensionar", mas nesse caso você terá um pouco mais de trabalho.

Bom, até aqui a máscara ainda continua ativa para edição. Se quiser finalizar o trabalho daqui mesmo, basta ir direto no menu "Imagem", "Achatar Imagem". Depois basta usar a opção "exportar" dentro do menu "Arquivo" e pronto.

Se quiser continuar trabalhando, clique com o botão direito do mouse sobre a camada "seleção flutuante" e escolha a opção "Ancorar camada".



Dessa forma, a máscara ficará vinculada à imagem original, conforme pode ser visto abaixo...



...e você ainda poderá continuar editando tanto a imagem quanto a máscara normalmente.

Caso queira, é possível aplicar a máscara em definitivo na imagem original. Basta clicar na camada da mesma com o botão direito do mouse e escolher a opção “Aplicar máscara á camada”.

Se não há mais nada a ser feito, vá no menu "Imagem", "Achatar Imagem" e depois no menu "Arquivo", Exportar".


Veja o resultado:


Abaixo, o Blog Valeu Cara disponibiliza para você um pacotão com 54 modelos belíssimos de máscaras - incluindo as que foram usadas neste tutorial. Bom proveito!

Clique aqui para baixar

Se você gostou desse tutorial e se ele foi útil de alguma forma, siga este blog nas redes sociais ou assine a newsletter do blog.


Assine nossa newsletter!

Quer receber as novidades mais recentes do Blog Valeu Cara na sua caixa de entrada?
Informe seu e-mail e clique em Assinar.

Assine o feed RSS Siga o Blog Valeu Cara no Twitter Curta o Blog Valeu Cara no Facebook Blog Valeu Cara no Google+Canal do Blog Valeu Cara no YouTube





Participe deixando seu comentário, dúvida, sugestão, ideias, críticas, exemplos ou o que você quiser na parte de comentários desta postagem. Sua participação é extremamente importante para que este blog esteja sempre melhorando o seu conteúdo.