sexta-feira, 18 de abril de 2014

Mala direta - parte 2: imprimindo envelopes


O Blog Valeu Cara já publicou um tutorial que mostrava passo-a-passo todos os macetes para impressão de etiquetas no Writer, usando o recurso de mala direta.

Este tutorial pode ser visto aqui:

http://valeucara.blogspot.com.br/2013/12/mala-direta-parte-1-criando-etiquetas.html

Aquele artigo mostrava com usar uma planilha do Calc para alimentar etiquetas de endereçamento postal. O mesmo método também pode ser usado para criar etiquetas de qualquer outra coisa: preços de produtos, descrição de itens, códigos de controle de patrimônio, etc.

Ao invés de imprimir etiquetas, alternativamente você também poderá imprimir diretamente nos envelopes. Essa sem dúvida é uma opção bastante interessante, pois acrescenta uma aparência mais rebuscada e profissional no visual do envelope. A única desvantagem de imprimir diretamente sob o envelope é que na maioria das impressoras de uso doméstico só é possível imprimi-lo um a um ou com pouquíssima quantidade na bandeja, o que torna o processo mais demorado. Isso pode tornar a tarefa inviável caso haja necessidade de impressão de grandes volumes. Nesse aspecto, as etiquetas ganham a briga. Mas se a quantidade que você precisa imprimir não for tão numerosa, com certeza a impressão direta sob os envelopes é uma opção muito bacana a ser considerada.

Para este artigo, foi usada uma planilha no Calc para armazenar informações cadastrais fictícias como fonte de dados - a mesma planilha que havia sido usada no primeiro artigo sobre mala direta. Você poderá usar qualquer planilha com informações reais daquilo que você precisa. O mais importante é que o arquivo contenha as informações necessárias.

Antes de começarmos, não se esqueça que para uma fonte de dados ficar acessível no Writer, é preciso registrá-la. Se você não sabe o que é isso, leia o artigo "Criando etiquetas de endereçamento".

Há duas formas básicas para se criar envelopes no Writer, que inclusive traz recursos que facilitam bastante na criação desse item: no primeiro modo, o envelope é criado juntamente com uma carta, geralmente como a primeira página (Inserir na caixa de diálogo Envelope); o segundo meio é criar o envelope como um documento independente (Novo doc. na caixa de diálogo). Em cada caso os dados de endereçamento podem ser inseridos manualmente, bastando digitar os dados diretamente no campo de Destinatário. Todavia essas informações também podem ter origem em um catálogo de endereços armazenados numa fonte de dados, como numa planilha do Calc por exemplo.

Note que como estamos falando de mala direta, este artigo considera o uso de uma fonte dados que contenha o catálogo de endereços e, por conveniência, um envelope independente. Então chegou a hora de saber como funciona isso! Vamos iniciar nosso tutorial...

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Transforme qualquer imagem de bandeira plana num belíssimo visual realístico de cetim


Neste artigo vou mostrar como transformar qualquer imagem de bandeira que esteja naquele modo de visão plano, típico de enciclopédia, numa arte bem bacana que lembra um tecido de cetim meio ondulado. É super fácil.

O cetim é um tecido requintado, cuja principal característica é o seu brilho e caimento. Agora você irá aprender como fazer a transformação no mesmo visual mostrado na imagem acima. É bem bacana não é?