sábado, 7 de setembro de 2013

Tire onda em suas fotos incluindo efeitos reticulados super maneiros

Retícula (também chamado de meio tom) é um termo genérico para designar diversas técnicas de finalização artística. O conceito já foi bastante explorado em histórias em quadrinhos. Hoje, com a difusão das impressoras gráficas de altíssima resolução, seu uso concentra-se mais na chamada pop art.

O principal uso da retícula é para sugerir cores. No passado, quando as técnicas de elaboração de fotolitos gráficos ainda não eram tão avançados e o uso de computadores para produzir publicações impressas ainda estava engatinhando, os artistas e ilustradores usavam várias lâminas transparentes e flexíveis de transfer, cada qual quando um reticulado diferente. A lâmina com a retícula era colocada sobre o papel com o traçado da arte. O ilustrador, com a ponta de uma caneta sem tinta ou um objeto de metal de ponta cega, raspava a folha de transfer, transferindo a textura para o papel. Dessa forma, cada área do desenho era preenchido com um reticulado diferente.

Hoje, com o avanço da computação gráfica e o surgimento das retículas digitais a técnica do transfer caiu em desuso.


As retículas são essenciais no ramo gráfico. Com o uso apenas de uma única cor de tinta, com exemplo a preta, variando apenas a densidade dos pontos e o seu tamanho, é possível causar a ilusão de ótica de que há várias tonalidades de cinza impressos, sem que o observador perceba que a imagem é formada por minúsculos pontos de uma cor só. Essa ilusão de óptica é extremamente importante do ponto de vista econômico, pois seria financeiramente inviável ou até impossível produzir impressões com base em milhões de tonalidades de tintas diferente. Com as retículas, é possível usar uma cor para criar tonalidades que vão do totalmente chapado (áreas do papel completamente coberto pela tinta) ao branco (áreas do papel sem nenhuma tinta). A mesma técnica aplica-se à impressão totalmente colorida usando-se apenas as quatro cores básicas - CMYK (ciano, magenta, amarelo e preto).


Embora as retículas sejam um instrumento essencialmente gráfico, você pode incorporar um toque artístico especial, produzindo retículas que são verdadeiras obras de arte.

No tutorial abaixo vamos usar o Gimp para aplicar essa técnica na imagem de um gatinho, com resultados surpreendes e efeitos bem bacanas. Aqui, usei o Gimp 2.8.4.

1. A primeira etapa é a preparação da foto para receber o efeito. Abra a foto que você deseja aplicar o efeito:



2. Realce os níveis de tons claros e escuros da imagem:

Ajuste os controles deslizantes dos níveis de entrada de modo a realçar os níveis de tons claros e escuros. Aqui não há um valor exato a ser seguido, pois cada foto exigirá uma configuração. O segredo é buscar um valor equilibrado. Se você realçar as tonalidades de claros e escuros de modo a continuar visualizando o contorno da foto e os detalhes, então o ajuste está perfeito. Em geral, esse resultado é obtido deslocando-se um pouco as duas setinhas laterais em direção ao centro.


No meu caso, a configuração ficou assim:


Mas lembre-se que nem todos os casos isso dará um resultado satisfatório. O objetivo é diminuir os sombreados. Faça o seu ajuste de maneira a não desaparecer com partes importantes da foto, como o contorno, cabelos, olhos, detalhes da roupa, etc...

3. Vá em Cores > Dessaturar...:


Marque a opção Luminosidade:



4. Agora sim, com a foto preparada, aplicaremos o efeito. Vá em Filtros > Distorções > Retícula:



Aqui o importante é marcar a opção CMYK. Tamanho da célula, defina como '8'.



Eis o resultado:

Experimente ousar, buscando novos resultados:
O resultado acima foi obtido definindo-se o tamanho da célula para '16', dentro de Filtros > Distorções > Retícula. Veja abaixo outro resultado, dessa vez alterando a opção 'Função de Ponto' para 'Linha' (antes de alterar a 'Função de Ponto', selecione 'Sincronizar Canais'):


Veja como ficou:
E então? Gostou? Já experimentou outro truque bacana no Gimp para criar esse tipo de efeito? Conte aqui para a gente. Ah e no próximo tutorial você pode conferir a criação de outro tipo de retícula de cair o queixo heim! Confira clicando aqui.


Participe deixando seu comentário, dúvida, sugestão, ideias, críticas, exemplos ou o que você quiser na parte de comentários desta postagem. Sua participação é extremamente importante para que este blog esteja sempre melhorando o seu conteúdo. Fique por dentro das atualizações do blog: