terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Dica monstro! Use o Gimp para dominar cabelos arrepiados, pêlos e até fumaça!

Uma das funções mais usadas por quem lida com softwares de edição de fotografias consiste em remover um determinado item de uma foto – podendo ser uma pessoa, um objeto, um animal ou qualquer outra coisa - e aplicá-lo sobre outro plano de fundo. A técnica não tem maiores segredos. O procedimento comum é selecionar o objeto, copiar e colar sobre o plano de fundo e pronto!

Mas o maior problema que atormenta a vida de 10 em cada 10 pessoas que usam esse tipo de recurso é quando o personagem da foto a ser recortada é uma pessoa com cabelos esvoaçados, cabelos cacheados, animais peludos ou itens sem contorno definido, como fumaça.




Quando surge essa situação, na maioria das vezes os fiapos de cabelo são cortados com o clique do mouse sem dó nem piedade, sobrando apenas as áreas da foto onde o contorno das mechas de cabelo ficam mais definidos.

Porém, existem situações extremamente desafiadoras, mesmo para aqueles que não estão nem aí de cortar todos os fiozinhos mais finos. Por exemplo: cabelos muito cacheados, fotos ao ar livre com cabelos sendo balançados pelo vento, gatos e outros animais de pelugem alta e macia. Nesses casos, cortar todos os fios que aparecem esvoaçados pode resultar numa montagem ridícula e horrorosa. A imagem de um gato siamês pode ficar parecendo que foi impiedosamente tosquiado e alguém com cabelos rebeldes ficará aparentando que foi ao pior salão de cabeleireiro que poderia existir.

Bom, vamos ao que interessa. As etapas a seguir foram descritas usando-se o Gimp 2.6.12. Mas caso você utilize outras versões, não terá nenhuma dificuldade em seguir as instruções. Com o guia abaixo é possível pegar cada fio de cabelo, preservar os pêlos felpudos do bichano e, acredite, dá para pegar até fumaça! Portanto, mãos à obra:

Neste tutorial, usaremos a imagem da modelo acima. O desafio proposto é recortar a foto e aplicá-la em outro plano de fundo, preservando todos os fios de cabelo, mesmo os mais finos. Será que dá para encarar? É o que vamos ver...


1º Passo: Abra a foto original que você queira copiar. Certifique-se que as cores em uso de primeiro plano e de plano de fundo estejam no formato padrão, caracterizado pelos quadrados preto e branco, conforme mostra a figura 1. Caso seja necessário, na caixa de ferramentas clique no pequeno ícone com dois quadradinhos preto e branco, indicado pela seta na figura 1.

2º Passo: Certifique-se que a imagem esteja no formato de exibição de cores RGB. Para isso, vá no menu "Imagem > Modo > RGB". As cores RGB referem-se aos canais vermelho, verde e azul de uma foto (red, green e blue respectivamente).

3º Passo: Vá em "Janela > Diálogos de encaixe > Canais". Nessa janela o Gimp irá mostrar três miniaturas de fotos em preto e branco (figura 2). Cada miniatura refere-se à exibição de um canal de cor: vermelho, verde ou azul. Nesse momento precisamos analisar cuidadosamente cada um de nossos canais para descobrirmos qual apresenta maior contraste entre o assunto principal e o fundo.  Observe que ao lado de cada canal existe um ícone representado por um pequeno olho. Esse olhinho indica quais canais da imagem estão sendo exibidos – que por padrão serão os três. Clique sobre cada olhinho desativando, dessa forma, os três canais de visualização. Sua imagem se mostrará toda preta, mas não se preocupe – você apenas ocultou os três canais de cores da imagem. Estando os três canais desativados, selecione apenas um único canal - um canal de cada vez – mantendo sempre outros dois canais desativados. Faça isso canal por canal, acionando e desativando; e tente perceber qual deles exibe maior contraste dos cabelos com o fundo.

Dica: caso queira observar melhor as miniaturas, clique na setinha localizada à direita da aba de Canais, escolha "Tamanho da pré-visualização" e selecione o tamanho desejado. Há oito opções disponíveis, desde o minúsculo...
...até o tamanho "Gigante", conforme pode ser visto acima. Ao lado de cada miniatura, há um ícone de um olho. Clique nele para exibir ou esconder um determinado canal de cor.

4º Passo: No exemplo dado, observe que no canal azul a visualização dos detalhes da foto é sofrível, não permitindo uma clara definição entre os fios de cabelo e o fundo da imagem. Já o canal vermelho exibe uma melhor definição. Mesmo assim ainda não é satisfatória. Pode-se perceber que o canal de maior contraste foi o verde, sendo o que apresentou a melhor nitidez dos fios de cabelo com o fundo (uma dica é que o canal verde geralmente é a melhor escolha para a maioria dos casos).

Canal verde selecionado, azul e vermelho oculto.

Canal azul selecionado, verde e vermelho oculto.

Canal vermelho selecionado, verde e azul oculto.


Uma vez identificado o canal de maior contraste, duplique o mesmo clicando com o botão direito sobre o canal e em seguida Duplicar canal (Figura 8) ou então utilize o botão correspondente localizado na base do painel de canais. Esse procedimento de duplicar o canal é de grande importância, já que será nele que realizaremos as mudanças necessárias. Se aplicássemos as mudanças diretamente em um dos canais principais, estaríamos afetando a composição original de nossa foto e não é esse o objetivo.




5º Passo: Após a duplicação, com a visualização do novo canal ativa, a imagem deste canal irá ficar sobreposta a imagem original e nossa imagem será exibida em escala de cinza. Desabilite a visualização dos outros canais (que permitem a visualização da imagem) vamos obter uma imagem toda preta.


Para conseguir visualizar apenas o canal duplicado, vamos até o painel de camadas, e crie uma nova camada sobre a imagem original, na cor branca. Agora podemos remover a seleção dos canais vermelho, verde e azul com um clique sobre os mesmos. Apenas o canal duplicado deverá ser mantido selecionado para nele trabalharmos.


6º Passo: Vamos aumentar ainda mais o contraste da imagem. Vá no menu "Cores > Curvas..."


Use o mouse para deslocar um pouco a base da curva em direção ao centro realçando dessa maneira os níveis de sombra; e, no topo, desloque um pouco a outra ponta diagonal da curva em direção ao centro, para a para aumentar os níveis de luminosidade. Ao fazer isso, você estará aumentando o contraste da imagem, realçando as áreas claras e acentuando os cabelos do fundo da imagem.


7º Passo: Utilize a ferramenta Pincel para finalizar a máscara. Aumente ou diminua a ponta do pincel de acordo com a necessidade. Com o pincel no modo “Super-exposição”, cubra todas as áreas claras do rosto e da blusa. Um detalhe importante: tome muito cuidado para não cobrir os pequenos espaços vazios existentes entre os fios de cabelo. É importante também deixar uma área livre ao redor dos cabelos, evitando pintar os pequenos fios. Se desejar, use a ferramenta “laço poligonal” para isolar o fundo do tema principal, lembrando mais uma vez que, mesmo usando essa ferramenta, é necessário preservar uma área ao redor dos cabelos, onde há pequenos fios eriçados.  Com o pincel no modo “Sub-exposição” limpe as áreas do fundo da imagem. Muita atenção: é para limpar somente o fundo da foto e não o tema principal. O fundo deverá desaparecer por completo, mais uma vez lembrando de preservar uma área ao redor dos cabelos, evitando que sejam eliminados os pequenos fios. Pintar nessa área poderá danificar de vez o nosso objetivo.

Dessa forma, temos nossa máscara pronta.



8º Passo: Estamos quase chegando ao final. Vá ao painel de canais e ative os outros canais que haviam sido desativados, para que a imagem seja finalizada por completo.

Desative o canal que foi copiado. Vá agora ao painel de camadas. Oculte a visualização da camada branca que cobre a imagem original. Em seguida, clique com o botão direito do mouse sobre a camada principal e escolha a opção “Adicionar máscara à camada...”. Na janela que surge, há a opção de selecionar onde será criada a nova máscara. Escolha a última alternativa “Canal”, definindo o canal duplicado ao qual trabalhamos. Não se esqueça que as máscaras são sempre exibidas em preto e branco. As máscaras servem para ocultar, numa imagem, as áreas cobertas pela cor preta. Como a nossa intenção é exibir o objeto de nossa imagem (que está totalmente em preto) e ocultar o fundo, selecione a opção “Inverter máscara”.


9º passo: Aplique a máscara em definitivo na imagem original, clicando na mesma com o botão direito do mouse e escolhendo “Aplicar máscara á camada”


Escolhi este plano de fundo para aplicar a imagem que estamos trabalhando.
10º Passo: Agora finalmente chegou o momento de atingir o nosso objetivo. Abra com o Gimp a foto do plano de fundo onde será aplicado a nossa imagem. Vá no menu “Seleção > Tudo”. Depois vá em “Editar > Copiar”. Retorne à janela onde se encontra a imagem inicial que trabalhamos até agora. Vá no menu “Editar > Colar como > Nova camada”. Efetue os ajustes necessários no plano de fundo. Talvez seja necessário usar a ferramenta “Redimensionar” para ajudar o tamanho plano de fundo de acordo com nossa imagem. Caso seja necessário, mova o plano de fundo para baixo de nossa camada principal e efetue os últimos ajustes necessários, como o posicionamento, por exemplo.



11º Passo: Nossa foto está quase pronta! Talvez você perceba que sobraram algumas rebarbas indesejáveis sobre o plano de fundo de nossa foto anterior. Vamos então eliminar essas rebarbas. No painel de camadas, duplique a camada principal (aquela que trabalhamos desde o início), clicando com o botão direito do mouse sobre a camada da foto e escolha a opção “Duplicar camada”. Altere a propriedade da camada recém copiada para “Luz dura”. Certifique-se que esta camada esteja posicionada acima de nossa camada principal.



12º Passo: Selecione agora a camada principal, localizada abaixo da camada copiada. Pegue a ferramenta “Borracha” e usando uma ponta esvanecida, com muito cuidado, vá retirando as arestas.

13º Passo: Selecione a camada copiada, localizada acima da camada principal. Usando a ferramenta “Borracha” e com uma ponta esvanecida, vá limpando toda a área central da imagem recortada, tomando o cuidado para não chegar nas proximidades da região onde havia as arestas que foram apagadas. Esse procedimento é para “limpar” a imagem do efeito “chapado” quando foi aplicada a esta camada a propriedade “Luz dura”. Aqui praticamente toda a parte central da imagem será apagada, restando somente as áreas externas onde estão os fios de cabelo mais rebeldes.

Aqui desativei a visualização da camada principal, para que se pudesse ver o resultado da limpeza da área central da imagem copiada, na camada superior. Observe que nessa camada, somente os fios de cabelo ao redor do rosto foram mantidos.

14º Passo: Nossa foto está praticamente pronta. Para finalizar definitivamente, vá em “Imagem > Achatar imagem”. Depois vá em “Arquivo > Salvar como”, dê um nome para a sua imagem e acabou! Agora é só partir para o abraço!

Resultado final.
Se você usar esse tutorial corretamente, fotos de pessoas com cabelos “rebeldes”, um peludo gato siamês ou até fumaça podem ser aplicados sobre uma segunda imagem com perfeição e sem marcas de cortes nos fios. Até mesmo aqueles fios mais finos e arrepiados podem ser preservados. É uma beleza! Se alguma coisa deu errada ou o resultado não ficou como você planejava, experimente novamente. Tome todo o cuidado e preste muita atenção ao proceder do 4º ao 8º passo, pois tudo que você fizer ali é o que mais vai influenciar no resultado.

No início você poderá achar cansativo seguir cada etapa. Mas depois acaba pegando o jeito da coisa e passa a fazer todo o processo rapidamente e sem dificuldades. Com o tempo você certamente também vai encontrar alguns pequenos macetes para obter resultados cada vez mais perfeitos.

Apenas uma observação: se você quiser se aventurar em recortar fumaça, devo lembrar que a imagem da fumaça precisa ter alguma consistência na foto. Isso significa que querer recortar aquela fumacinha tímida que sai de uma xícara de café não funciona. Nesse caso, os itens que aparecem no fundo, por trás da fumaça (ou vapor d’água, como preferirem) irão atrapalhar no resultado.

Boa sorte e aproveite para deixar seu comentário.